Plantas para ambientes fechados

Plantas para ambientes fechados

Uma boa saída para quem não tem uma área externa com jardim é o cultivo de plantas de sombra dentro de casa ou do apartamento. Os halls de entrada, os cantinhos dos espaços internos e os vãos de escada são perfeitos para receber os vasos com estas espécies ornamentais.

Essas plantas precisam de luz, mesmo que de forma indireta. Sem a luminosidade suficiente, a planta não consegue realizar a fotossíntese e acaba ficando desnutrida e menos resistentes a pragas e doenças.

Entre as espécies indicadas para ambientes internos, estão as palmeiras do gênero Chamaedorea, conhecidas como palmeirinhas de sombra. Por sua vez, se você procura plantas mais altas, uma opção é a palmeira licuala-grande (Licuala grandis), de meia sombra, e que pode ser utilizada em ambientes externos sem vento e bem protegidos do sol intenso.

Como cuidar

– Deixe o solo levemente úmido e não encharque os vasos e cachepôs, pois as plantas de sombra perdem muito menos água do que as de sol. O excesso de água pode causar o apodrecimento das raízes.

– Regue as espécies menores uma a duas vezes por semana, enquanto que para as de porte grande, duas a três vezes regas semanais são recomendadas.

– Entretanto, a frequência da irrigação pode variar dependendo do local onde a espécie está sendo cultivada. De modo geral, para saber quando regar, coloque o dedo na terra para sentir a umidade. Se a terra grudar no dedo, o substrato está úmido e não precisa ser molhado.

– Limpe a folhagem dessas plantas com um pano úmido para não ficarem com uma camada de poeira.

– As espécies de sombra devem ser adubadas duas a três vezes por ano, porém nunca nos meses de inverno, quando a planta está em dormência. Utilize os adubos orgânicos como húmus de minhoca incorporado na terra do vaso ou os adubos líquidos, dissolvidos em água e aplicados quando o solo estiver úmido.

 

PALMEIRA-CHAMAEDOREA

Share this post